Degustação de vinho – A vida digere-se melhor com um bom copo na mão

Ansiamos por poder voltar a saborear a vida tal como ela merece. Queremos retomar beijos e abraços, risos e desmascarados. Desejamos poder voltar a sentir o toque cúmplice dos afetos e encurtar distâncias físicas. Ainda que nem tudo seja ainda possível em pleno, já podemos tocar os copos e brindar a recomeços cuja proximidade já se começa a desvendar.

Somos otimistas e sabemos que o mais sensato é saber tirar proveito de cada provação e ver o lado bom de qualquer situação. O que este bizarro interregno nos ensinou é a aproveitar os pequenos prazeres e a reinventarmo-nos, a nós e ao mundo em que vivemos, e ainda que é necessário criar rituais e pausas de descompressão.

Neste momento de primeiros reencontros, sugerimos que dedique tempo ao deleite da degustação de vinho em boa companhia. Amizades que estiveram em pausa requerem agora o mesmo vagar e atenção que a degustação de um bom néctar. Partilhe pareceres e sensações com parceiros de aventuras, amigos de todas as horas, ou colegas com quem volta a conviver, numa experiência metafórica que simboliza a importância dos laços afetivos. Sem pressas, para que também o momento demore no palato o tempo necessário.

A degustação de vinho, todavia, é democrática e permite ainda a versão a solo, acompanhada de um banho de imersão ou tendo um bom livro por confidente. Respire, dê um pouco mais de atenção a si mesma/o e, claro, à degustação de um bom vinho, companheiro de todas as horas.

Seja qual for o caso, sugerimos-lhe o Dão, claro está, terra que vê nascer todas as nossas pérolas, e desafiamos que se adivinhem, no palado, todas as notas gustativas desta nossa pauta. Prepare-se para momentos de evasão.

 

Degustação de vinho para…

… românticos e apaixonados

  • Sobre o Julia Kemper Reserva Branco se diz que é persistente, como um novo amor, como um velho companheiro. Seja qual for o caso, parece um ótimo parceiro de conversa. Acompanhe com salmão ou queijo da serra.
  • Outra hipótese é o sedutor Julia Kemper Vinhas Selecionadas. Um tinto complexo e jovem, de cor vermelha intensa, equilibrado e fresco, resultante da combinação das castas Tinta Roriz, Alfrocheiro e Jaen, três das principais castas da Região do Dão.
  • Some mais uma casta, a emblemática Touriga Nacional, a esta combinação e avance para a degustação do vinho Julia Kemper Reserva Tinto.
  • Tem cor de amor-perfeito, aromas de rosmaninho e violeta, tosta e café e é um pródigo filho da casta Touriga Nacional. Ideal para um brinde ao amor. Falamos do Julia Kemper Touriga Nacional.
  • Tem aquele tom rubi que facilmente associamos à paixão e ao amor e apresenta-se com glamour. Encorpado, fresco e elegante, JK Elpenor Tinto brinca com os frutos do bosque e a bergamota. Vai um tchim-tchim?
  • JK Elpenor Reserva Tinto é um vinho de sabor aveludado e redondo, cujos reflexos de cereja e aromas de ameixa preta, amora, bergamota e violeta são uma celebração dos afetos a que tanto queremos brindar.
  • Julia Kemper Curiosity Branco parece desenhado para ser partilhado por amantes, pelo que desejamos que estejam juntos. Ainda que não seja o caso, delicie-se na degustação deste branco elegante e enigmático.
  • Um atrevido toque de pimenta, umas silvestres amoras, uma personalidade forte e cor de rubi. Combina com queijo curado, carnes vermelhas e condimentadas e jantares românticos. Renda-se ao Syrah by Julia Kemper, só ou acompanhado.

 

… aventureiros e amantes do mar

  • Julia Kemper Branco é um regresso à beira-mar. É certo que reúne a familiar flor de laranjeira a outros frutos do pomar, mas traz a frescura do ananás e do maracujá que nos chegam de além-mar. Talvez por isso vá bem com peixe e brisas marinhas.
  • Curiosity Tinto é mais uma bem-sucedida e muito premiada aventura vínica de Julia Kemper. Companhia indispensável em ocasiões especiais.
  • JK Elpenor Blanc de Noir fica bem nesta lista. Não apenas por se harmonizar bem com peixe e frutos do mar, como também por ter espírito aventureiro.
  • Prepare uma boa cataplana de marisco para dois, um prato de peixe ou uma pasta da sua predileção. Abra uma garrafa de JK Elpenor Rosé e dediquem-se à degustação deste vinho rosé de exceção.
  • Julia Kemper Aragonez lembra brisas de verão e é um passaporte para dias de sol e saudade, como todos aqueles que já nos chegam pela mão da Primavera.

Gostou deste artigo? Partilhe-o com os seus amigos!

Deixe um comentário

Scroll to Top